Disponível!

A partir das 10h de 29/05/2021 este percurso está disponível e pronto a ser experienciado.
O percurso está marcado num único sentido e é circular. Procura o placar inicial informativo junto à Igreja Matriz! Depois é só seguir as setas azuis e brancas que encontras nas placas metálicas, estacas de madeira ou pinturas.

Ir para a Igreja Matriz!

Coordenadores de Percurso

Paulo Martins | Fernando Oliveira

O Coordenador de percurso pode ajudar-te caso tenhas dúvidas!


Contacta-nos!

Distância

14,5 km

Altimetria

+ 647m

Duração

4H00

Dificuldade

Médio

Bem-vindo à Raiva!

Este é o percurso PP07 do PayváPé. Vai levar-te a lugares cheios de encanto e mostrar-te paisagens de tirar o fôlego. Inicia na Igreja Matriz da Raiva e deleita-te com a vista panorâmica para o Rio Douro e a Serra da Boneca. Desce a Travessa do Outeiro até ao Caminho das Fontaínhas e estarás junto a um dos locais de maior atividade piscatória da Raiva. Pouco acima, passa o Hotel Douro 41, ex-libris da região, olha ao alto e tens o Monte e a Capela de São Domingos.

Caminho estreito em terra batida, a Ponte de Rabuças convida-te a passar por um dos trilhos icónicos de Castelo de Paiva. O riacho, a envolvência da paisagem e a altura da ponte são os ingredientes deste local cheio de simbolismo.

Aproximas-te da Capela de Nossa Senhora das Amoras. Pela calçada estreita, com casas em Xisto e alminhas na beira do caminho, encontras a zona mais antiga de Oliveira do Arda, o Fundo do Lugar. Na Rua do Vale, o verde toma conta da paisagem e os campos são a tua estrada. A paisagem abre-se, aprecia o cenário, sente a natureza e recarrega baterias para o resto do caminho.

Em Alveda, segue, pelo monte, até Folgoso, terra que produz o “melhor pão de ló do universo”. Aqui, no vale de São Domingos, poderás conhecer também a Capela de São Lourenço e encontrar uma das fábricas de papel mais antigas do País.

Novamente pelo monte, pisas trilho onde, outrora, seguiam os carris da linha férrea de transporte do Carvão, das Minas do Pejão. Passando o Bairro Mineiro, construído pelos proprietários das minas, avistarás o Cavalete do Fojo.

Memórias vivas da exploração mineira, que desenvolveu esta terra durante longas décadas. Encontras inúmeras informações sobre o legado Mineiro, um PR desenvolvido pela ADEP e a lagoa do Fojo. Existe, online, um grande espólio da associação ARCAF sobre o tema das minas, que merece consulta.

Pelos meandros das minas do Fojo, chegarás à Gardunha. A calçada tradicional faz-te viajar no tempo, ao lado do ribeiro da Gardunha e os filamentos rochosos que te levam a Serradelo. No centro da Aldeia, encontras a Capela de São Caetano e inicias a subida ao Monte de São Domingos.

Estrada acima, entra no recinto do Santuário de São Domingos. Algum cansaço? Relaxa no Anfiteatro Panorâmico, sinónimo de selfie-zone. Sobe à capela, aproxima-te do Carrilhão, olha à tua volta e terás, talvez, uma das mais belas paisagens do norte de Portugal. Serras, penedos, rios ( Douro e Arda), aldeias, cidade(Porto), mar e céu definem o horizonte!

Maravilhado, desce à Aldeia do Pereiro até ao Lugar da Raiva, por entre campos, vinhas e linhas de água. O Pelourinho da Raiva, monumento histórico do século XVI, marca a independência da Honra de Raiva em relação a Castelo de Paiva, que vigorou, desde então, até ao século XIX. Finalmente, a Igreja da Raiva, ponto de partida desta jornada.

Se precisares de ajuda, conselhos ou dicas para esta jornada conta comigo,

Paulo Martins e Fernando Oliveira – Diretores de Percurso PP07
00351 969 426 699 | geral@payvape.pt


O nosso mapa

Explora ao máximo os trajetos, os locais e as possíveis conexões

Ver no Google Maps

Apesar de todo o trajeto estar sinalizado, recomendamos a o download do mapa em GPX ou que sigas o percurso pelo google maps clicando no botão abaixo.


Ver no Google Maps
PercursoDistânciaDuração
Completo14,5km4:00

GPX Percurso Completo

A nossa sinalética

Segue atento às nossas marcações

A nossa marcação é igual em todos os percursos. Vais encontrar a placa inicial na Igreja Matriz de cada uma das 9 Freguesias (do PP01 ao PP09) e na sede do Centro Sol Nascente (no PP10). As placas direcionais azuis e brancas podem ser encontradas em estacas de madeira, postes de metal ou pinturas.